B Fachada e Sensible Soccers nos Banhos Velhos neste Verão

sensiblesoccers_ralmeida

Há muita e boa música feita em Portugal na programação dos Banhos Velhos nos próximos meses. B Fachada e Sensible Soccers são os principais nomes, numa programação onde cabe ainda o cinema, literatura e uma apresentação do projecto comunitário Outra Voz, que levará ao espaço cultural de Caldas das Taipas “Histórias, pedras e farnel”.

A programação para os três meses do Verão arranca no segundo fim-de-semana de Julho, com um duplo concerto marcado para o dia 9, que junta os bracarenses Bed Legs, que este ano editaram o primeiro disco “Black Bottle”, e The Wild Booze, um quarteto das Taipas, que se prepara para editar um novo registo. Ao longo do mês acontece ainda um curso de literatura portuguesa (dia 9), a Noite da Astronomia (dia 22), o espetáculo do colectivo Outra Voz, a 23, e, uma semana depois, uma sessão especial do festival de cinema Shortctuz, que este ano chegou a Guimarães.

Em Agosto, é mais uma vez a música a dominar a programação, com um concerto do guitarrista Norberto Lobo. Mais perto do final do mês, acontece um dos concertos mais esperados da programação dos Banhos Velhos, com o vila-condenses Sensible Soccers a subirem ao palco para apresentarem o último álbum, “Villa Soledade”, editado este ano, e alguns dos temas dos anteriores trabalhos que fizeram deles uma das bandas mais requisitadas do universo independente em Portugal. Nesse concerto, a abertura estará a cargo do projecto de Braga LEVIATÃ. Ainda em Agosto, no dia 20, acontece o primeiro encontro do Clube de Leitura dos Banhos Velhos.

Para encerrar a programação, os Banhos Velhos prepararam um fim-de-semana carregado de música nos dias 16 e 17 desse mês. No primeiro dia tocam os taipenses Smartini que, depois de terem regressados aos palcos no ano passado, vão lançar um novo disco após o Verão, sendo acompanhados por Whales, a banda de Leiria que é um dos mais entusiasmantes nomes da nova música portuguesa. No dia seguinte, é a vez do “patrono” da geração indie da música nacional, B Fachada, tocar nas Taipas, num concerto imprevisível onde tanto podem caber clássicos de José Afonso como temas da extensa discografia do músico lisboeta.